segunda-feira, 3 de junho de 2013

Leituras (minhas)

A lua no cinema

A lua foi ao cinema,
passava um filme engraçado,
a história de uma estrela
que não tinha namorado.

Não tinha porque era apenas
uma estrela bem pequena,
dessas que, quando apagam,
ninguém vai dizer, que pena!

Era uma estrela sozinha,
ninguém olhava pra ela,
e toda a luz que ela tinha
cabia numa janela.

A lua ficou tão triste
com aquela história de amor
que até hoje a lua insiste:
— Amanheça, por favor!

Paulo Leminski

5 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Não conhecia e gostei!

Abraço

Luis Eme disse...

os filmes, os livros, são histórias de vidas...

a poesia finge ser outra coisa.


beijinhos Maria Maio

Evanir disse...

Que você possa construir um caminho
de alegrias e realizações..
Ser Feliz.
E vivendo apaixonadamente e expressando
com alegria de viver a pessoa especial que você é.
Sinta a presença de Deus abençoando sua vida
cada passo de sua caminhada.
Uma abençoada e feliz semana beijos no coração,Evanir.
Deixei mimos na postagem .
Fique a vontade para pegar.

Eduardo Aleixo disse...

Tão simples e tão belo, Maria.

Maria P. disse...

Poemas que vou lendo nas minhas noites...

Beijinho a todos*