sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Leituras

De Longe Te Hei-de Amar  

De longe te hei-de amar
- da tranquila distância
em que o amor é saudade
e o desejo, constância.

Do divino lugar
onde o bem da existência
é ser eternidade
e parecer ausência.

Quem precisa explicar
o momento e a fragrância
da Rosa, que persuade
sem nenhuma arrogância?

E, no fundo do mar,
a Estrela, sem violência,
cumpre a sua verdade,
alheia à transparência.

Cecília Meireles

10 comentários:

Luis Eme disse...

de longe...

da tranquila distância...

beijinhos Maria Maio

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

"Do divino lugar
onde o bem da existência
é ser eternidade
e parecer ausência."

Muito bom...

Beijo amigo

heretico disse...

... e de longe se faz perto.

beijo

Mar Arável disse...

Estrela do mar

Karine Tavares disse...

Vem!
www.feitaparailetrados.blogspot.com.br/
; )

Maria P. disse...

Luís,
às vezes de longe.

Beijinho

Maria P. disse...

Daniel,
concordo, muito bom.

Beijinho

Maria P. disse...

Heretico,
basta querer.

Beijinho

Maria P. disse...

Mar,

mar de estrelas.

Beijinho

Maria P. disse...

Karine,
ok.

obg. pela visita.