sábado, 27 de dezembro de 2008

Outra Janela...

Passos

Nas minhas mãos cabe-me o mundo. Em cada palavra que te lanço na linha
turva dos trilhos. No baloiçar dos tempos. Na plenitude das memórias.

Quem és tu? Qual a força dos teus olhos? Sabes a quê?

Pergunto-me vezes sem conta (quem sabe demais) por onde andarei.


Pedro Branco

12 comentários:

Maria disse...

Belíssimo... e fiquei sem palavras...
... apenas com saudade...

Beijinho, Maria

Pitanga Doce disse...

..."Na plenitude das memórias".

Esta foto é minha total plenitude das memórias, mas não posso agarrar-me a elas. Não nesta época ou vai tudo por água abaixo. Ou Serra abaixo, talvez.

beijos Maria P, e somos umas privilegiadas em termos em "nossos olhos" tamanha beleza.

Eduardo Aleixo disse...

Bom fim de semana, mesmo assim molhadinho. Lindos, o poema e a foto.
Beijinho.
Eduardo

mfc disse...

A tua Serra continua linda...

as velas ardem ate ao fim disse...

O Pedro é sempre um doce!

um bjo Maria

Rosa dos Ventos disse...

Passos perdidos, encontrados ou desencontrados?!
Belíssima imagem...

Abraço

Oris disse...

Lindo...
A foto e o poema.

Beijitos, Maria, das janelas especiais...

poetaeusou . . . disse...

*
passos,
na vereda dos encontros,
,
bj,h,
,
*

tulipa disse...

Haja a esperança que em 2009
Isso aconteça
São
As Esperanças
E os sonhos
Que nos fazem
Acreditar num Amanhã
Numa vida melhor, principalmente com Saúde.

É em forma de árvore de Natal, pinheirinho, que brinquei com as palavras, fazendo votos de um excelente 2009.

heretico disse...

belos. esses trilhos...

beijos

Mateso disse...

As palavras vestem maravilhosamente a beleza da paisagem.
Um feliz 2009!
Bj.

Maria P. disse...

Mais uma vez foi um prazer a receber as vossas palavras, e respondendo à Rosa, tem sido mais os passos desencontrados...

Beijinhos*