quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Outra Janela...

saber (não) ser só...


12 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

... também se aprende, mas saber a ser só também é arte nobre!

Maria disse...

No meio de tantas outras....
que cheirinho bom vem aqui...

Beijinho, Maria

poetaeusou . . . disse...

*
saber resistir . . .
,
conchinhas,
,
*

Rotiv disse...

Olá :)
O Blogue dos Manteigas passou por aqui via Rosmaninho da Serra :)
Um abraço,
http://bloteigas.blogspot.com/

Maripa disse...

...sentinela florida no alto da serra,amiga do sol e companheira das estrelas...não está só.

Beijo carinhoso, Maria.

tulipa disse...

Olá Maria

Há 6 meses em casa, longe do trabalho, o que sinto é que as horas "voam" porque dedico-me a fazer coisas que gosto!!!
Vou regressar ao trabalho na próxima semana e aí...vou-me lembrar e muito desta fotografia excelente, pois acredito que direi de mim para mim muitas vezes:
"E as Horas Nunca Mais Passam"...

Beijinhos.

Boa semana.

Pitanga Doce disse...

Aprende-se, Maria P. E como!

mfc disse...

Acompanhadamente só!

pin gente disse...

é uma aprendizagem...

beijo
luísa

Eduardo Aleixo disse...

Sendo só, não estou só. Estar assim só, é ser não só. É ser pleno. É ser.
Beijo.
EA

Mar Arável disse...

Só mas nunca isolado

Maria P. disse...

Creio que é tão difícil ser só, como não ser.

Beijinhos*