segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Autores

Acontecer

Aproveitando a nesga do silêncio
sentamo-nos no prado verde-luz
e varremos o céu com os olhos de água.
No entrelaçar dos dedos magoados,
aprisionamos desejos de regressos.
Ofertamos os ombros à neblina
o gosto de gengibre pela boca.

Por vezes acontece um fim de tarde assim-
a sombra do salgueiro a afagar-nos a nuca,
o sono de menino a embalar-nos o colo.

Tão breve, tão breve este sangrar do dia.


Foi no sábado, o "acontecer" deste livro, a Licínia está de parabéns, naturalmente...

A tarde entre Amigos foi belíssima...

12 comentários:

Maria disse...

Também tenho um poema escolhido, mas outro.
E a tarde foi muito agradável, como dizes...
(parece que a noite também... :)) )

Beijinho, Maria

Eduardo Aleixo disse...

É bonito o poema. Parabéns à autora. Eduardo

Mar Arável disse...

Licínia

pois claro

Spectrum disse...

Ela escreve indiscutivelmente bem.
Beijos Maria de Maio

Rosa dos Ventos disse...

Também uma belíssima transmissão desse acontecimento!
Este também decorre do que a Justine postou...

Abraço

Justine disse...

Mais um belíssimo poema da poetisa! É difícil escolher um, de todo o livro...

poetaeusou . . . disse...

*
pela a amostra !!!
promete,
,
bj,h,
,
*

Maripa disse...

Que bonito "Acontecer"... no silêncio,num fim de tarde.

Parabéns à autora.
Bem hajas pela divulgação.

Beijinho,Maria.

Pitanga Doce disse...

O poema é lindo e este céu tão azul não me engana.

Maria P. disse...

Foi uma tarde de sábado belíssima, entre palavras bonitas e pessoas,muito, muito bonitas!

Conhecer pessoalmente, alguns de vós que já eram da Casa, foi comovente..


Beijinho a todos*

Rodrigo Rodrigues ("Perdido") disse...

Bem, naturalmente acho que te encontrei. Não é altura para comentar o teu post, com o devido respeito, mas para dizer-te que vou pôr um link lá no meu lugar para te visitar assiduamente.

beijinho

Maria P. disse...

Rodrigo,
bem-vindo a esta Casa de Amigos:)
Beijinhos*