quarta-feira, 31 de maio de 2006

Ao anoitecer...

o homem de papel

Acorda de manhã,
o homem de papel,
de papel branco,
em branco respirar

sonha em caminhar,
o homem de papel,
de papel branco,
vincado de sinais

mas como não tem cor,
o homem de papel,
de papel branco,
marca de branco o ar

Vasco Pontes
Poema roubado no blog Dovoar

7 comentários:

Licínia Quitério disse...

Bem roubado. Tens a minha absolvição. O Vasco merece o roubo...
Beijinhos.
Licínia

canela_e_jasmim disse...

Ofereço~te uma caixinha de aguaelas para colorires de vida ese homem de papel branco!

beijinhos grandes e parabéns a ambos
da tua amiga
C.

Vasco Pontes disse...

Olá querida maria p.,
O poeta agradece-te a honra. E reconhece sentir-se bem neste local.
Beijos... e obrigado
E mais beijos

Ana Luar disse...

Gostei do branco paz que encontrei neste poema... Boa escolha... deixo um beijo.

jorgesteves disse...

Excelente exercício branco...
O poema merece a divulgação!

amizade,
jorgesteves

Maria P. disse...

Ainda bem que aprovaram o meu roubo!

À Ana Luar bem vinda a esta Casa.

A todos beijinhos.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,